Link building é uma estratégia de SEO que consiste em fazer com que outros sites, façam referência ao seu, mostrando para o Google que você é uma autoridade no assunto. 

O resultado é desta estratégia, é que o seu site irá subir muitas posições na SERP,além de receber tráfego qualificado destes sites.

Link building é fundamental para uma estratégia de SEO, sendo um dos pilares de uma estratégia de SEO.  

Link building é um dos pilares de uma estratégia de SEO. Ao construir uma rede de links apontando para as suas páginas, o Google entende que você é uma autoridade na sua área de atuação.

O robô busca a todo instante por novos conteúdos para indexar e avalia como eles se relacionam com as outras páginas.

É a partir deste relacionamento que ele começa a avaliar o que ele deve considerar como um conteúdo relevante, quais fatores deve avaliar, para então posicioná-los na SERP.

Não basta apenas criar um site responsivo, rápido e com conteúdos bem redigidos, afinal isto não é suficiente para alcançar as primeiras posições. Por isso o link building é tão importante, e se revelou como uma das mais poderosas estratégias para alavancar os sites.

Mas como executar uma estratégia de link building para obter os melhores sites do seu segmento, apontando para os seus conteúdos?

Essa é uma das perguntas que iremos responder neste artigo. Mas para que você compreenda melhor, vamos nivelar o seu conhecimento sobre link building, começando por:

Ao final deste artigo, você saberá tudo sobre link building e estará pronto para implementá-los na sua estratégia de marketing digital.

O que é link building?

Link building são estratégias de SEO que têm como objetivo fazer com que várias páginas apontem para outro site, direcionando o tráfego e aumentando a sua autoridade para os mecanismos de buscas.

O link building é utilizado para se referir aos links externos, ou seja, links conquistados de outros sites. Estes links recebem o nome de backlinks ou inbound links.

A função destes links é mostrar para o Google ou qualquer outro buscador, a sua popularidade e autoridade no mercado em que atua. Porém não basta apenas ter vários sites apontando para o seu, o buscador também avalia o contexto dos conteúdos e se os sites em questão são confiáveis.

Isso quer dizer que não basta que vários sites falem sobre o seu, é preciso que eles tenham uma boa reputação. Entenda como boa reputação, sites com bons conteúdos, bem estruturados e que tenham alguma relevância no mercado onde atuam.

O algoritmo então verifica o texto-âncora, executa uma análise semântica do conteúdo onde seu link está inserido, a posição em que ele se encontra na página, entre centenas de fatores de rankeamento que o Google guarda à 7 chaves. Tudo isso irá impactar na indexação e no seu posicionamento.

Porém não basta apenas conquistar estes links externos para o seu site, os links internos, que é a linkagem entre as suas próprias páginas, também podem indicar uma página de outro site.

Isso significa que o Google também avalia se o seu artigo faz referência à sites de autoridade, para dar credibilidade ao seu conteúdo. Desta forma ele começa a compreender quais são os sites que oferecem as melhores respostas para as dúvidas dos usuários. 

Por isso, lembre-se sempre de pensar em como ajudar o usuário e não o robô. Os links devem oferecem um complemento a leitura, agregando mais conhecimentos ao usuário. Aliás, quanto mais o usuário navega pelo seu site, melhor ele é visto pelo Google.

Então evite colocar em seus artigos diversos links que não ajudam os usuários, com o objetivo de manipular o algoritmo, pois isso terá efeito contrário. Quanto mais contextuais eles forem, maior será o tráfego e a sua autoridade.

Qual a diferença entre link building e SEO Off Page?

É comum que as pessoas confundam link building com SEO Off Page, porém são termos com objetivos diferentes.

De uma forma bem simples, podemos explicar como:

Para ficar mais claro, embora o SEO Off Page também utilize backlinks como parte de sua estratégia de link building, as menções à marca mesmo sem links, também influenciam no rankeamento.

A estratégia de link building é apenas uma etapa do SEO Off Page.

Um erro comum é pensar que o link building é o único responsável pelo ranqueamento, pois para que essa estratégia tenha sucesso, é preciso também utilizar o SEO On Page, que é a inclusão de links internos.

Por este motivo é que o SEO On Page e SEO Off Page, devem trabalhar juntos.

Apenas para facilitar o entendimento, é possível pensar no SEO On Page, como um link building que está ao seu controle.

Já no SEO Off Page você não poderá controlar quem irá criar backlinks para o seu site, o que torna o link building uma estratégia difícil mas poderosa. 

Qual a importância dos links?

Os links são os responsáveis por fazer a internet ser o que ela é hoje. A World Wide Web(Rede Mundial de Computadores) o famoso “WWW” é um conjunto de documentos interligados que formam uma grande “teia”.

Os links são responsáveis por interligar estes conteúdos e permitir que os usuários naveguem entre sites, vídeos, arquivos e imagens.

Logo no ínicio, os buscadores eram muito limitados, servindo exclusivamente para indexar e organizar os sites em ordem alfabética e separar os diretórios por categorias.

Se você nasceu depois dos  anos 90, pode ser difícil de imaginar algo tão precário,mas era uma revolução para a época.

Como ainda estávamos no começo, existiam poucos sites o que facilitava o trabalho. Porém o número de usuários cresceu rapidamente e para oferecer um serviço de qualidade, os algoritmos precisaram se adaptar a esta nova realidade.

O primeiro passo primeiro passo foi para de exigir um cadastro. Os buscadores passaram a vasculhar toda a rede atrás destes sites e indexá-los, criando um grande catálogo com todas as páginas disponíveis na web, apresentando-as de forma organizada.

Para que isso fosse possível, o liks exercerem uma papel importante que foi interligar as páginas. E mesmo décadas depois, a internet ainda utiliza a mesma estrutura de links para orientar os robôs buscadores para onde eles devem ir, enquanto buscam por novos conteúdos para indexar.

A organização por ordem alfabética perdeu o sentido. Agora era preciso analisar o conteúdo destes sites e apresentar aqueles que tinham a melhor resposta para as dúvidas dos usuários.

Então o Google então criou o PageRank, o algoritmo que revolucionou os mecanismos de buscas no mundo.

O PageRank avaliava uma série de fatores para classificar o posicionamento dos sites. O algoritmo analisava os conteúdos, levando em consideração as palavras-chave, e a popularidade dos sites através dos links.

O objetivo era mensurar quão relevante era determinado site, de acordo com a quantidade dos links que ele recebia de outros sites. O príncipio é o mesmo dos trabalhos acadêmicos, quanto mais citações de um autor, maior será a sua autoridade naquela área.

Seguindo esta lógica, quanto mais links o site recebe, mais relevante ele se torna aos olhos do Google.

Os backlinks refletem parte da autoridade de um site. E por este motivo, eles se tornam tão importantes nas estratégias de SEO. Atualmente há profissionais dedicados somente ao link building, os famosos “link builders”.

O algoritmo evoluiu muito nos últimos anos, e com isso a quantidade de links deixou de ter a mesma importância, já que era possível criar milhares de links automatizados em poucas horas. O mais importante é a diversidade e a qualidade das páginas que direcionam estes backlinks.

Quando sites de autoridade criam links para páginas de outros domínios, parte da sua autoridade é transferida para estes domínios, aliás a diversidade de domínios linkando para o seu, também é um bom indicativo.Desta forma o algoritmo classifica o seu site de acordo com sua autoridade.

Surgiram outros fatores como indicadores de confiabilidade (o TrustRank), posição dos backlinks na página, textos-âncoras, além de muitos outros fatores que explicaremos a seguir.

Ao criar um link para outra página, o robô do Google entende que ele deve seguir para aquela URL, e se um site de autoridade está indicado, então este outro domínio é de confiança e usará mais este fator para classificá-lo nos mecanismos de busca. 

Como o Google avalia os links?

O algoritmo do Google possui milhares de fatores para classificar as páginas na SERP. Entre estes fatores está a avaliação de links do Google.

Para facilitar a compreensão, iremos mostrar os principais fatores utilizados pelo Google, para avaliar os links que apontam para outros sites.

Como vimos, a qualidade é mais importante que a quantidade, porém é preciso conhecer os detalhes, para poder implantar na sua estratégia de link building.

Facebook Comments